Notícias

TAM Aviação Executiva aposta em

crescimento na LABACE 2012 

Cinco novos modelos de aeronaves da Cessna já serão negociados na feira

A participação da TAM Aviação Executiva, líder nacional em comercialização de jatos executivos e helicópteros, na 9ª LABACE (Latin American Business Aviation Conference and Exhibition), que acontece no  aeroporto de Congonhas em São Paulo, de 15 a 17 de agosto, marca a maior aposta histórica da Cessna no mercado brasileiro. Recentemente, mais cinco modelos se juntaram aos 20 já comercializados (veja abaixo).

O mercado brasileiro, segundo maior para a Cessna no mundo depois do norte-americano, deve crescer 15% ainda neste ano, segundo o presidente da TAM AE, Fernando Pinho.“ Temos 50% de market share no mercado brasileiro de jatos executivos e realizamos vendas de US$ 230 milhões no ano passado. Apostamos no crescimento da frota a partir da oferta de produtos que se adequam às diferentes características do mercado”, acrescenta.

Segundo Pinho, fenômenos como os investimentos das novas obras de infraestrutura, impulsionado pelo chamado PAC das concessões, fruto dos esforços do governo de fortalecer os grandes polos produtivos do país para gerar resultados mais rápidos para a retomada do crescimento econômico, deve contribuir para o crescimento das vendas. “Como as grandes obras serão realizadas em extremos do território, a TAM AE tem todos os predicados e condições para estar na liderança do atendimento à demanda de jatos que apoiarão esse novo ciclo de construção da infraestrutura brasileira”. 

Somente neste primeiro semestre, a Cessna lançou cinco modelos: Grand Caravan EX, com motor mais potente; Skylane J182T, com novo motor a querosene e menos consumo de combustível; Citation Longitude, que cobre distâncias como São Paulo à Miami sem escalas; Citation Latitude – com cabine de piso plano e equipada com o sistema High Tech e Citation M2, com nova versão das turbinas Williams do M2. Além disso, há os tradicionais: Citation Sovereign; Citation CJ4; Citation Mustang; Citation XLS+; Cessna Caravan; Cessna Stationair Turbo 206; Sklyane Turbo e Cessna Corvalis TT. Já a Bell traz seu sucesso de vendas o 429 e o 407 GX.

Excelência de Serviços

A aposta da Cessna no nosso mercado também é ancorada na excelência do Centro de Manutenção de Jundiaí, maior polo de serviços Cessna fora dos Estados Unidos, que trabalha em sua total capacidade. Trata-se do maior da América Latina, realizando inspeções e manutenção para as linhas Citation, Caravan, monomotores Cessna e diversas séries de King Air. Com 20.000m2 de área construída, Jundiaí recebe cerca de 1.500 aeronaves por ano de todo o Brasil e também norte-americanas, argentinas, chilenas e angolanas.

Em Jundiaí, há também um depósito especial de peças de reposição da Cessna e de outros fornecedores. Controlado e monitorado a distância pela Receita Federal 24 horas por dia, possibilita que o tempo de espera por peças de reposição seja reduzido de dias – e até semanas – para apenas algumas horas. As peças disponíveis ficam estocadas no próprio Centro de Serviços, esperando apenas um pedido para dar entrada oficial no país. Esse procedimento confere maior agilidade e eficiência aos processos de manutenção de aeronaves.

Outro destaque do Centro é possuir uma das mais gabaritadas unidades de design e pintura de aviões da América Latina, que recebe encomendas de diversos países que está capacitado também para executar trabalhos de engenharia em instalações e modificações, tanto do ponto de vista aeronáutico como no que toca a complementos de conforto para os passageiros.

Expansão

Para atender à demanda cada vez maior por serviços em aeronaves no Brasil, a TAM AE vai inaugurar em 2013 um centro de manutenção de aeronaves na cidade de Aracati, no litoral do Ceará. Com 10.000m², o novo centro terá capacidade técnica para efetuar os serviços de manutenção e reparos nos modelos de aeronaves da Cessna e absorverá parte da crescente demanda por serviços oriundos do Norte e do Nordeste do país. O investimento será da ordem de R$ 30 milhões.